15/09/2014

Para os amantes de MINI(S)

Surpreendida e com a alma nos olhos vi o meu primeiro carro (em segunda mão) passar numa fila de carros "antigos".  O Wolseley Hornet que aqui vêem foi projectado a partir do Mini- Morris. Este modelo esteve em vigor de 1961 a 1969. Tive-o nos anos oitenta. Hoje não me teria desfeito do II-35-89.

Wolseley  de 1964 [o meu Rolls-Royce... ainda continua lindo] 
Wikipedia
Wolseley illuminating radiator badge.jpg
Agora tenho-o em fotografia digital!

O tempo do Wolseley era o tempo da Guerra Fria. Arte, cultura, ideias, e política em algumas imagens:

Kiss V / Roy Lichtenstein, 1964.                 Andy Wahrol, Flowers, 1964 The Andy Warhol Museum, Pittsburgh; © The Andy Warhol Foundation for the Visual Arts, Inc

Flowers, 1964

Pablo Picasso,  Lying female nude, 1964

Magritte, L'ami de l'ordre, 1964

A Friend of Order by Rene Magritte, 1964

Carl Andre, Cedar Piece, 1964 . ©Martin Ries


William Holden, Audrey Hepburn e o realizador Richard Quine
  Link                                                                                             *Mary Quant, 1964- criou a mini-saia
William Holden, Audrey Hepburn and director Richard Quine between shots of <em> Paris – When It Sizzles</em>     NPG Beatles to Bowie: The Beatles, 1964
                                                                       Beatles, 1964






* O MINI influenciou a criação da mini-saia, Fotografia da Focus, cortesia do Google

Beatles, tinha de ser!

23 comentários:

  1. Um mundo... uma era rica em pensamentos, ideais, fantasias...
    Sempre gostei do Mini mas nunca tive um.
    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catarina,
      Eu tive este e um Mini mesmo Mini vermelho. :))
      Beijos. :))

      Eliminar
  2. Já há alguns anos, inserido num grupo de trabalho encarregue de rever a legislação rodoviária, redigi um projecto de lei destinado a criar em Macau um clube de automóveis antigos.
    Devidamente certificados, como é óbvio.
    Nunca saiu do papel.
    E deve estar a apodrecer no fundo de uma qualquer obscura gaveta.
    Beijinhos e votos de boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro,
      Que pena!
      Tem que tentar de novo. É um património histórico e industrial.
      Beijinho.:))

      Eliminar
  3. O estupor do Blogger estragou-me a prosa.
    Abreviando, a nossa era é que é (foi) e se houver alguém que queira levantar o dedo para protestar tenha paciência, sente-se, e renda-se à evidência das coisas. O nosso tempo é o mais extraordinário, brilhante, colorido, de todas as cores! A Ana poderia demonstrá-lo estando a colocar aqui brinquinhos mas não faria mais nada na vida (o que era um desperdício).
    Para concluir, seria muito mais interessante ver a Ana a tripular o carrinho do que aquele pimpão mai'la sua dama...
    É tão giro ter um mini!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agostinho,
      Eu achava giro, sim. Era um carro temperamental mas prestou bons serviços.
      Boa noite!:))

      Eliminar
    2. Acertou, Ana, no verbo do 1.º período e na qualificação no 2.º. Por vezes tinham as suas birras...

      Eliminar
  4. Que giro!
    Imagino a tua emoção ao veres o teu antigo carrinho...eram lindos!

    A minha irmã teve um Fiat 600, que acabou vendendo a um mecânico, que entretanto o arranjou e anda aí na cidade, todo vistoso. É uma emoção cada vez que o vemos :"Olha o RR" (na matrícula). Ela também diz que se fosse hoje não se tinha desfeito dele...

    Começaste bem o ano? Eu comecei. Gostei de rever os meus pequenos...
    Um beijinho e boa semana:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel,
      Os fiat 600 são também giríssimos. Agora há uma nova versão, muito parecida.:))
      Trabalhoso mas é sempre. :))
      Beijinho.

      Eliminar
  5. Ana

    Recordo-me bem desse modelo da Wolseley. Uma vizinha nossa tinha um carro idêntico, que estava sempre estacionado à porta de casa dos meus pais. Era uma versão pomposa do Mini, a pretender ser um Rolls-Royce, mas com imensa graça. O meu pai teve um mini durante anos a fio e conseguia lá encaixar a mulher e três filhos, uma bagageira no tejadilho e ainda um atrelado com uma tenda. Julgo que aprendi com ele a arte de tudo transportar num carro pequeno.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luís,
      Eu tive este e um Mini a sério mas nunca o enchi muito e sou má a carregar o carro. Isto é, não tiro as potencialidades da arrumação na bagageira. :))
      Um abraço.

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Sem dúvida. Este foi um deles.
      Um abraço!:))

      Eliminar
  7. Imagina que depois de um Buick Eight, de duas portas, tive sete MINIS !
    O 1º desta série era o HH-87-07. Na altura, NOVINHO, custou-me 35 contos...

    Não consegues digitalizar com maior resolução a notícia de Leça, dos três figurões ?
    Em Janeiro desse ano eu ainda estava solteiro e tenho uma vaga idéia de ouvir falar disso.

    Uma postagem de luxo, Ana !

    Um beijo especial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, João.
      Tive dois, este e um verdadeiro Mini vermelho.:))
      Quanto à notícia, retirei-a do Google mas vou ver se arranjo melhor.
      A notícia é giríssima e interessou-me por ser do ano do carro.
      Beijinho. :))

      Eliminar
  8. Sim, eram belos os tempos do "Mini"... Nunca tive, mas sempre gostei das suas linhas simples, very british...
    Tanta boa recordação nas tuas imagens. Nem tudo era belo, mas hoje até parece...
    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria João,
      Não era tudo belo pois a intolerância/racismo, a guerra fria, o Salazarismo, no nosso caso... e tanta coisa mais.
      Mas os Beatles eram fantásticos, embora eu achasse melhores músicos os Rolling Stones.
      Beijinho.:))

      Eliminar
  9. A todos peço desculpa pela minha ausência. Em breve irei visitá-los.

    Beijinhos.
    :))

    ResponderEliminar
  10. Deve ter sido emocionante ver o seu carro. :)
    O meu primeiro carro, um Carocha, tb era II...-62-11. :-))
    Tb o tive em 2.ª mão, no final dos anos 70.
    Bom dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MR,
      Foi sim. Não esperava ver um carro que já há uns anos saiu da minha mão.
      Nunca tive um carocha mas também é um carro que gosto muito e pelo qual tenho carinho. :))
      Obrigada pela visita. :))
      Boa noite!

      Eliminar

Arquivo