22/06/2016

"como distinguiremos amizade e amor?"

Antes de mais, porém, como distinguiremos amizade e amor? A distinção que mais espontâneamente nos ocorre - é  que o amor exige relações sexuais ou sempre tende para elas. Portanto implica uma poderosa acção dos sentidos. A amizade, não. Também espontâneamente nos ocorre que o amor é uma afeição mais intensa, mais apaixonada, mais exclusivista. Consequentemente, porventura mais efémera. Ao passo que a amizade é mais serena e persistente,  - porventura menos egoísta por isso mesmo mais da ordem intelectual e do moral. Perfeitamente se concebe (e a realidade no-lo faz admitir) que um indivíduo tenha simultâneamente várias amizades. Muito mais difícil nos é aceitarmos que tenha simultâneamente vários amores. (...)

José Régio, Confissão de Um Homem Religioso. Porto: Brasília Editora, 1971, (volume póstumo) p. 159-160.
Uma partilha após o comentário de Bea ao poema Câmara Clara.

Leituras junto ao pelourinho (datado de 1620), Ourém


Pietro Rotari, detalhe, Jovem com livro, (pinterest)
Jaded-mandarin.tumblr.com

Girl With a Book (detail), Pietro Rotari, ca. 1750:


https://pt.pinterest.com/pin/398427898262236121/
Pietro Antonio Rotari (Italian artist, 1707-1762) Young Lady with a Book:

23 comentários:

  1. A química é diferente.
    Muito mais exigente no amor que na amizade, ana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do texto e gosto muito também desta pintura de Rotari. Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Margarida.
      O retrato é interessante.
      Beijinho.:))

      Eliminar
  3. E muitas vezes é uma confusão danada...

    Mas Régio define muito bem o amor e a amizade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luís,
      Pois é.:))
      Régio é muito claro.
      Boa noite,

      Eliminar
  4. O amor não é a simbiose dos dois sentimentos? Há amor, mas verdadeiro, que não tenha a vertente amizade? Exemplo disso pode ver-se - e tanta vez! - num casal idoso.
    A amizade não será mais despojada? Que sei eu?!
    A visão, de uma e de outro, não difere segundo a perspectiva de cada indivíduo?
    Uma certeza: o Jovem e o Livro, obra de Pietro Rotari, encanta, deslumbra sempre.:)

    Beijinho, Ana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Provavelmente é uma simbiose e um pouco mais.
      Beijinho.:))

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. É na intensidade da dedicação, da dávida, que pode chegar ao pelourinho, que se distinguem as coisas.
    Já afaguei aquela coluna tão bem trazida para este trabalho.
    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O castelo traz-nos momentos agradáveis pois a paisagem é única.
      Bj.:))

      Eliminar
  7. Esqueci-me do Régio. Faz uma lúcida distinção dos conceitos. A sua visão manter-se-ia inalterado nos dias de hoje?

    ResponderEliminar
  8. A amizade é um amor semelhante ao amor fraternal.
    Existem várias formas de amor, considero o amor maternal
    o mais puro, seguido do amor paternal.
    Porém, considero a avaliação de Régio correta.
    ~~~ Beijinho, Ana. ~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Majo,
      Obrigada pelo seu contributo.
      Beijinho.:))

      Eliminar
  9. Em primeiro lugar: obrigada por ter trazido o texto de Régio. Sim, ele faz a distinção normal, que todos, implicitamente, fazemos, sabemos e sentimos. Mas admito haver casos que fogem do padrão.

    Julgo que a amizade, aquela que requer e vive da intimidade, é uma forma de amor a que todo o homem aspira mas que a maioria não consegue por sofrer de iliteracia sentimental. E com o amor que envolve o aspecto sexual (há outras formas de amar) acontece quase a mesma coisa. Falta o deep. Não há planta que se aguente sem fundura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achei graça à iliteracia sentimental.:))
      Boa noite.

      Eliminar
  10. Um belo texto de José Régio que procura explicar um pouco do inexplicável. Gosto imenso da clareza dele e da simplicidade do escrever.
    Tão bonita a tua pintura da menina. E a música também. beijo

    ResponderEliminar
  11. O nosso Régio hoje

    daria um pontapé na bola

    ResponderEliminar
  12. O nosso Régio hoje

    daria um pontapé na bola

    ResponderEliminar
  13. Tudo para meditar...
    Não será pacífica a última afirmação ;)
    beijinhos

    ResponderEliminar

Arquivo