05/04/2016

Um poema por lembrança

A Maria João enviou-me um poema muito bonito de Camilo Pessanha. Associei-o ao trabalho de Myra Landau que intitulo Jardim de Inverno e às fotografias: tímida Primavera e lento acordar primaveril.

Tímida Primavera

Myra Landau, Jardim de Inverno

Passarito assustado com o lento acordar primaveril 

Floriram por engano as rosas bravas

Floriram por engano as rosas bravas 
No Inverno: veio o vento desfolhá-las... 
Em que cismas, meu bem? Porque me calas 
As vozes com que há pouco me enganavas?

Castelos doidos! Tão cedo caístes!... 
Onde vamos, alheio o pensamento, 
De mãos dadas? Teus olhos, que um momento 
Perscrutaram nos meus, como vão tristes!

E sobre nós cai nupcial a neve, 
Surda, em triunfo, pétalas, de leve 
Juncando o chão, na acrópole de gelos...

Em redor do teu vulto é como um véu! 
Quem as esparze – quanta flor! – do céu, 
Sobre nós dois, sobre os nossos cabelos?

Camilo Pessanha


28 comentários:

  1. Começar o dia com Stacey Kent no seu jardim de inverno. Uma voz que prezo bastante e por vezes me esqueço de ouvir.
    Está apelativa a junção do passarito friorento com poema, pintura e canção.
    Bom Dia:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só pude vir hoje agradecer a vossa companhia.

      Bom fim-de-semana. :))

      Eliminar
  2. Belo o poema, mas gostei muito das fotografias. Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Margarida, só hoje pude vir agradecer a sua/vossa companhia. :))

      Eliminar
    2. Beijinhos e bom fim-de-semana!:))

      Eliminar
  3. Uma bela maneira de começar a semana (ontem foi feriado).
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só hoje pude vir agradecer a sua/vossa companhia. :))

      Eliminar
    2. Beijinhos e bom fim-de-semana!:))

      Eliminar
  4. Que trio, Ana !
    Reporto-me às três imagens tão magnificamente ligadas ao soneto do Camilo Pessanha !
    Deixo para mais logo a Stacey Kent, para evitar uma congestão.

    Um beijo enquanto volto a rever.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, João.
      Só hoje pude vir agradecer a sua/vossa companhia. :))
      Beijinho.:))

      Eliminar
  5. Grato pelo soneto do Camilo e pela balada da Stacey.:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só hoje pude vir agradecer a sua/vossa companhia. :))

      Eliminar
  6. Tudo muito bonito, muito mesmo!!

    Um beijinho:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Isabel.
      Só hoje pude vir agradecer a tua/vossa companhia. :))
      Beijinho.:))

      Eliminar
  7. Já ouvi a Stacey.
    Não é bem a voz que mais admire...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. João,
      Gosto bastante. É um registo diferente.
      Beijinho.:))

      Eliminar
  8. Que belas fotografias!
    E os clássicos são sempre os clássicos!
    Excelente escolha musical!
    beijinhos :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Graça.
      Só hoje pude vir agradecer a tua/vossa companhia. :))
      Beijinho.:))

      Eliminar
    2. Ando alheia e triste...cansada de quase tudo...
      bjinho

      Eliminar
  9. Muito obrigada, querida Ana! Gosto muito desse soneto e de outros dele. Hoje fala-se pouco de Camilo Pessanha. fala-se pouco de tudo.Não conhecia a voz de Stacey Kent e é quente e suave! Fez-me bem! O quadro da MYra Landau é especial! Uma Primavera a querer fugir de uma prisão qualquer...
    As tuas fotos são lindas! Muito obrigada e que a Primavera te sorria!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MJ,
      Eu é que agradeço e esqueci-me de o dizer no texto.
      Só hoje pude vir agradecer a sua companhia. :))
      Beijinho.:))

      Eliminar
  10. ~~~
    Tudo perfeitamente associado e lindíssimo!

    Mais uma publicação de profundo bom gosto.

    ~~~ Beijinhos, Ana. ~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Majo.
      Só hoje pude vir agradecer a sua/vossa companhia. :))
      Beijinho.:))

      Eliminar
  11. Respostas
    1. Querida Myra,
      Eu é que agradeço o estímulo que me deu. :))
      Beijinho.:))

      Eliminar
  12. Ana, uma interessante ligação, entre o poema de Camilo Pessanha, o quadro de Myra Landau, as fotografias e a música!
    Tudo muito belo!
    Um beijinho.:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Cláudia.
      Só hoje pude vir agradecer a sua companhia. :))
      Beijinho.:))

      Eliminar
  13. Apesar da Primavera que temos, tímida, indecisa, estamos sob o signo da flor. Um poema magnífico com flores e pó.
    A fada Ana tem a arte de potenciar a beleza das coisas: escolhe as notas e dá-lhes a harmonia do tom.
    Bj.

    ResponderEliminar

Arquivo