05/10/2015

5 de Outubro!

Uma data que faz parte da nossa História.
O meu respeito para com todos os monárquicos e para com o regime que fez nascer Portugal. O Tratado de Zamora ocorreu na data 5 de Outubro, de 1143, o que muito honra todos os portugueses.
Sou republicana. Dia 5 de Outubro era feriado e evocava a implantação da República a 5 de Outubro de 1910. Desde pequena que esta data era vista como um acontecimento importante na História de Portugal. Ficava-se em casa e assistia-se às comemorações ou participava-se nelas.

Monumento no Príncipe Real
Inscrição na pedra:
"A França Borges, do seu trabalho herculeo nasceu a Republica, consagremos o luctador" 

Durante o Estado Novo o feriado foi mantido e havia comemorações (com discrição). Abaixo veja-se no link o documento do MUD (1946) sobre as comemorações.

Em 2015 o Presidente da República, pela primeira vez, em democracia, não estará presente nas comemorações. Lamento que o representante de todos os portugueses assim tenha escolhido e manifestado a sua intenção aos meios de comunicação. 

Gostaria de mostrar o documento mas não tive tempo de pedir autorização por isso reencaminho para o link onde se pode consultar.
Arquivos da Fundação Mário Soares
(1946), "5 de Outubro - Circular da Comissão Distrital de Lisboa do MUD", CasaComum.org, Disponível HTTP: http://hdl.handle.net/11002/fms_dc_147658 (2015-10-4)

António França Borges nasceu a 10 de Janeiro de 1871 e faleceu em 1915


18 comentários:

  1. Festejam os monárquicos e os republicanos ficam órfãos de um feriado e de um PR :(
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
  2. Veremos uma vez mais
    quem vai roer a corda

    Bj

    ResponderEliminar
  3. Olá, Ana,
    A História é feita de "feitos" que nem sempre enobrecem quem os pratica, este é apenas mais um. Lamentável, que nos entristece, mas que não tira uma ponta, por ínfima que seja, à importância da data, ao que está representa.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a data conserva em si toda a essência do acontecimento, há que comemorá-la.:))
      Beijinho.

      Eliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Bom 5 de Outubro! Um dia vai voltar a ser feriado... Beijinhos. Vou partir...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperemos que sim.
      Boa viagem. :))
      Beijinhos.

      Eliminar
  6. Aninhasamiga

    Já o escrevi muitas e muitas vezes: tenho VERGONHA por este gajo como suposto PR!
    Viva o 5 de Outubro! Viva a República!

    Qjs do Leãozão republicano e sportingista

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Henrique,
      Entristeceu-me.
      Sei bem o que sente pois tenho lido os seus registos, embora não esteja sempre presente.
      Beijinho. :))

      Eliminar
  7. A História não deveria ser gerida a contento deste ou daquele, deveria ser assumida como preciosa memória, qual farol indicador donde viemos, o que somos...
    Rodrigo Leão fica sempre bem, Ana.

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AC,
      A sua metáfora encantou-me.
      Obrigada.
      Beijinho. :))

      Eliminar
  8. Muito gostaria eu de saber a razão porque um presidente da república portuguesa não comemora a data que, em má hora, lhe permitiu ser isso mesmo - presidente da república!!!!
    Não creio que tenhamos tido durante a nossa história, desde o 5 de outubro de 1910, pior elemento a ocupar este cargo. Houve-os assim assim, houve-os menos bons, e, por graça divina, também bons, mas pior não creio.
    Que teremos feito de errado que mereçamos tal destino?
    Quando este ser mesquinho desaparecer ninguém dará pela sua falta, estou certo.
    Pior que ser mal lembrado é não ser lembrado de todo, que é o que este sr. silva (com letra minúscula, porque a não merece doutra forma - quem nasce medíocre sê-lo-á toda a vida) merece e, estou certo, terá!
    Que a história apague a sua memória para que o nosso passado não seja tão mau!

    Uma boa noite e espero que tenha um ano tranquilo

    Manel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manuel,
      Só hoje reparei que tinha aqui a sua mensagem. Concordo inteiramente consigo.
      Este ano ainda ando a adaptar-me mas novos ares fazem bem.:))
      Boa noite. :))

      Eliminar
    2. Manuel queria desejar Bom fim -de-semana!:))

      Eliminar
  9. Ana

    Sempre achei que esta história de terem acabado com uma série de feriados foi um acto mesquinho, destinado a mostrar ao FMI e ao BCE, que somos todos uns moiros do trabalho, uns desgraçadinhos. Não é por ter ou quatro dias de descanso a mais que o País vai sair da crise. No fundo, tudo isto revela uma mentalidade tacanha dos nossos governantes, semelhante aqueles patrões do antigamente, que não dão lápis, nem canetas aos funcionários, para pouparem uns tostões. Todas estas medidas acabam por ser tolas e tornam as pessoas mais infelizes e menos produtivas.

    Além de tudo o mais, como a Ana refere, o 5 de Outubro ou o 1º de Dezembro são datas simbólicas, são momentos para relembrar a história.

    Um Presidente da República, que não comemora o dia da implantação da república merece todo o nosso desprezo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luís,
      Absolutamente, a insatisfação leva a menos produção, a trabalhar sem prazer, o que é uma má política da parte dos governantes. Parece que até somos os que mais trabalham na Europa e nº de horas...
      Concordo, sim. As datas são para ser comemoradas e reavivadas.
      Bom fim-de-semana. :))

      Eliminar

Arquivo