13/03/2015

Lento sorriso

Que a alma, feliz com o presente, odeie preocupar-se 
com o que é futuro, e que tempere o que é amargo
com um lento sorriso; nada existe que tenha
apenas um lado feliz.

Horácio, Odes, Livro II, XVI, 25-28, tradução de Pedro Braga Falcão in António Mega Ferreira,
 "Cartas de Casanova, Lisboa 1757". Porto: Sextante, 2013, p. 200.

A capa do livro de António Mega Ferreira tem a imagem da fabulosa tela de Fragonard abaixo representada. Casa muito bem com o tema do livro. 

Rien ne porra faire que je ne me sois amusé,
Giacomo Casanova

Jean-Honoré Fragonard, Les hasards heureux de l'escarpolette, c. 1767,
 The Wallace Collection, daqui


Jean-Honoré Fragonard, The Swing, c. 1767, oil on canvas.  The Wallace Collection, London

Nota do Autor
«As seis cartas de Giacomo Girolano Casanova (1725-1798) que aqui se dão devem ter sido encontradas entre os papéis deixados pelo escritor em Dux, onde se acolhera nos últimos anos de vida na condição de bibliotecário do conde Waldstein. (...)
Não se sabe se os destinatários tomaram conhecimento de alguma ou algumas destas cartas; se as cartas chegaram a ser expedidas; nem sequer se Casanova alguma vez esteve em Lisboa, pelo que pode nem as ter escrito. É esse o princípio da fição.»

***
As cartas - Carta Primeira ao Senhor de Bernis, ministro de Luís XV. Carta Segunda a Francesco Casanova, pintor de batalhas; Carta Terceira à freira M.M., religiosa no convento de Santa Maria degli Angeli, em Murano; Carta Quarta a Matteo Bragadin, senador da República de Veneza; Carta Quinta à condessa Coronini, dama da corte do Eleitoe da Baviera; Carta Sexta ao senhor Bernis, ministro de Luís XV.


14 comentários:

  1. Ana, uma frase muito verdadeira!
    É imperativo que valorizemos o presente, e que o nosso espírito não veja apenas os aspectos negativos do que nos vai acontecendo! Caso contrário, corremos sérios riscos de nunca sermos felizes!!

    Um beijinho.:))

    ResponderEliminar
  2. A felicidade é um termo muito difícil de definir.
    Horácio é sensato.:))
    Beijinho grato pela presença.

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. Demorei algum tempo a gostar dela.
      Beijinho.:))

      Eliminar
  4. Respostas
    1. O tempo lento é provavelmente mais produtivo.
      Boa noite.:))

      Eliminar
  5. "Nada existe que tenha apenas um lado feliz" e na minha opinião também nada existe que tenha apenas um lado infeliz!

    A pintura é muito bonita:)
    Bom fim-de-semana:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Isabel.
      Um feliz fim-de-semana.
      Beijinho.:))

      Eliminar
  6. Horácio ensinou (ou deveria ensinar...) muita coisa sábia... Aproveitemos a lição, claro! Um beijo
    Lindo Corelli mais "la soave fanciulla", do Fragonnard...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Maria João,
      Tomemos Horácio e aproveitemos o tempo.:))
      Beijinho.

      Eliminar
  7. ~
    ~ ~ Um belo passeio pelo século XVII,
    ~ ~ com um sábio prelúdio de Horácio.

    ~~ ~ ~ Dia felizes e aprazíveis. ~ ~ ~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Majo.
      Dias felizes e aprazíveis para si, também. :))

      Eliminar
  8. AMF: tinha feito umas notas a propósito (?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto da escrita de AMF. As notas eram sobre Casanova. Seguiu a biografia dele.

      Já leu dele: Roma, Exercícios de Reconhecimento.
      Encanta.
      Boa noite. :))

      Eliminar

Arquivo