03/10/2014

Melancolia!

Clarice Lispector, A Hora da Estrela, exposição na Fundação Calouste Gulbenkian, 2013


Cada vez mais eu escrevo
com menos palavras. Meu livro
melhor acontecerá quando
eu de todo não escrever.

Clarice Lispector - Esboço para um possível retrato, de Olga Borelli

14 comentários:

  1. Clarice instiga, Clarice calca fundo no pensar:"Tenho que falar pois falar salva. Mas não tenho uma só palavra a dizer. As palavras já ditas me amordaçaram a boca." (Onde estivestes de noite. RJ,1999). Revelador. Perturbador. Beijos, Ana. Obrigada por momentos de boa poesia e boa música.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Jane, pela visita e pela citação tão pungente.
      Beijinho. :))

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Bom sábado, Margarida.
      Obrigada.
      Beijinho. :))

      Eliminar
  3. Bonito!

    As palavras que, no auge do saber, darão lugar ao silêncio... Clarice Lispector, uma escrita surpreendente.

    Lídia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Surpreendente e por vezes até dói.
      Beijinho. :))

      Eliminar
  4. Uma mulher muito inteligente e uma grande escritora! Obrigada! A Françoise Hardy tem uma voz bem bonita! beijos e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria João,
      Adorei a exposição e a escrita dela é por vezes de uma dimensão que nos toca cavernosamente.
      Beijinho. :))

      Eliminar
  5. Aninhasamiga



    Voltei à tua companhia; o Crónicas das Minhas Teclas está em “hibernação”, mas não para; (diz-me sff se gostas deste título e ou não gostas). Se for não, alvitra um título que eu analisarei e se entender que será melhor, o aceitarei. É, pois, um desafio que te lanço. Muito obrigado.

    Mas por agora quero dar-te a informação de que já acabei o texto, o Leonel Gonçalves está a ver o dito e… a Raquel também. É uma mulher de armas, sempre pronta a ajudar-me!...

    No dia 16 deste mês começa a edição: capa e miolo vão entrar na impressão e, depois, pensar na distribuição que seja a melhor. E a publicidade? O editor e eu estamos carentes de euros e será a que for possível com a participação de quem queira também publicitar junto das Amigas e dos Amigos, o que desde já agradeço muito. Vou ainda tentar junto da malta amiga da comunicação social que façam o que melhor entenderem.

    Está também a ser estudado o local do lançamento; tem de ser mais ou menos espaçoso e com boas condições. E não muito caro… Enfim, trabalha-se. E espero em breve dar-te uma novidade que entendo excelente…

    Porém, neste interregno, voltarei a visitar-te e a comentar-te como é meu apanágio. E naturalmente a avisar-te sobre o local, o dia e a hora do lançamento. Quero-te lá: para te ver e/ou conhecer pessoalmente e ver… te comprar muitos exemplares rrrrrrsssss…

    Qjs

    Este texto é único e vai repetir-se pelos blogues e comentadores e colabores que me têm acompanhado; infelizmente não posso avisar e comentar uma a uma ou um a um. Desculpem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Henrique,
      O título é muito bem escolhido.
      Felicidades para as "Crónicas das minhas Teclas".
      Beijinho. :))

      Eliminar
  6. Clarice Lispector sempre uma exclente escolha!

    Um beijinho e bom fim-de-semana.:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cláudia,
      E eu não fui buscar o livro que me arranjou na Feira de Coimbra, limitei-me a recordar a exposição da Gulbenkian.
      Beijinhos e um feliz fim-de-semana!:))

      Eliminar
  7. Toda a gente tem a hora da estrela.
    Clarice Lispector uma escritora a descobrir.
    BFS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agostinho,
      Vai ver que, apesar de alguns textos doerem, vale a pena.
      Boa semana!:))

      Eliminar

Arquivo