16/05/2011

"A construção é que é muito difícil" - Reflexões à janela

Henri Matisse, A Woman by the Window, c. 1920/22




A destruição é evidente em tudo o que nos rodeia, é um processo fácil. A construção é que é muito difícil. À nossa volta, o que há é ódio, morte:o universo é um predador. Uma das únicas coisas que combate esta entropia é a vida. Junta células, junta organismos, cria cidades, aglomerados. O resto desfaz-se. Lutamos nós, seres vivos, com todas as nossas forças, contra o ódio à nossa volta, mas o que prevalece é aquela Dresden de 1945. Bastou um momento de ódio para ela cair desfeita em cinzas. Um momento de amor não a fará reerguer-se, para isso é necessário um esforço imenso. Lutamos então contra a maior força do cosmos, contra aquilo que o caracteriza, contra aquilo que ele faz: expandir-se. O universo expande-se, mesmo nos momentos de ócio. Isso quer dizer que separa tudo, faz com que todas as coisas se afastem, se dissolvam. O amor vai juntando as peças que pode - como um velho reformado a jogar dominó - e o universo está aqui para baralhar outra vez.

Afonso Cruz, A Boneca de Kokoschka, Lisboa: Quetzal, 2010, p. 173.


Kaouru Wada


11 comentários:

  1. Muito bonito. É preciso construir!:) Boa semana!!

    ResponderEliminar
  2. ana,
    Todas as músicas que acompanham os espectáculos do Cirque du Soleil são de uma beleza extraordinária.
    O espectáculo que têm em Macau (Zaya) é lindíssimo.
    E a música, como sempre tocada ao vivo, uma maravilha.

    ResponderEliminar
  3. «Everything is Kaos», como diz o outro, Ana. Reconhecer a harmonia das coisas - onde ela exista - e tentar criar harmonias é o que, realmente, distingue a civilização da natureza. :-)

    ResponderEliminar
  4. Margarida,
    Pois é, a grandiosidade do homem mede-se naquilo que constrói!
    Bjs. :)

    Pedro Coimbra,
    Tenho cá em casa quem goste de Manga, este vídeo é um pouco isso. O Cirque du Soleil recorre a este compositor que conheço mal. Tenho pena de não estar em Macau!:)

    Luísa,
    Obrigada pela sua visita que me apraz e a harmonia é a palavra chave.
    Bj :)

    ResponderEliminar
  5. Gostei imenso deste excerto de Afonso Cruz, um escritor que nunca tive o prazer de ler. Acho que tem muita razão naquilo que diz: construir é o mais difícil e nesse processo o amor faz a diferença, sim.
    Obrigada, Ana, e uma boa semana!

    ResponderEliminar
  6. Sara,
    Construir é difícil. Concordo plenamente com Afonso Crus que para mim foi uma surpresa. A sua escrita é composta por metáforas o que a torna mais bela.
    Irei colocar outros excertos que registei pela beleza que encerram. Não quero tornar-me maçadora, mas realmente li este livro numa altura em que estava a precisar de ler a mensagem que ele veicula.

    ResponderEliminar
  7. "Um momento de amor não a fará reerguer-se, para isso é necessário um esforço imenso.
    Acho que onde existe o amor, tudo se torna mais fácil se refazer. Ainda bem ele terminou o pensamento com essa conclusão.

    ResponderEliminar
  8. C,
    Tem razão o amor acaba por construir!:)

    ResponderEliminar
  9. Venho buscar inspiração.
    Quanta beleza em seu universo...

    Bjo.

    ResponderEliminar

Arquivo