29/05/2011

Quería ser Pájaro ...

... quería ser pájaro para volar


Leonora Carrington, Quería ser Pájaro



COMO UMA FLOR VERMELHA

À sua passagem a noite é vermelha,
E a vida que temos parece
Exausta, inútil, alheia.

Ninguém sabe onde vai nem donde vem,
Mas o eco dos seus passos
Enche o ar de caminhos e de espaços
E acorda as ruas mortas.

Então o mistério das coisas estremece
E o desconhecido cresce
Como uma flor vermelha.

Sophia de Mello Breyner Andresen, in Poesia, retirado daqui



Leonora Carrington (1917-2011) foi uma pintora surrealista. Conheci-a através dos blogues Sobre o Risco e Substante a quem deixo os meus agradecimentos.



8 comentários:

  1. Interessante demais essa biblioteca de onde retirou esse belo texto, já salvei nos meus favoritos, tem um relicário de coisas bonitas por lá!

    Bom fim de semana Ana!

    ResponderEliminar
  2. Cris,
    Obrigada pela visita e pelas palavras amáveis.
    Bom Domingo!:)

    ResponderEliminar
  3. Cnfesso que o surrealismo não me encanta. Talvez por falta de sensibilidade.


    Cohen ... Cohen é extraordinário!

    ResponderEliminar
  4. Belíssimo post, Ana. À sua maneira, também a arte nos fornece asas...
    Bom Domingo!

    ResponderEliminar
  5. Catarina,
    Gosto de fantasia, excentricidade e o surealismo pode dar estas sensações.
    Cohen é uma paixão antiga!

    Sara,
    A arte é para mim, uma fuga, é a porta para entrar na beleza que é tão difícil de encontrar.

    Um abraço e um bom Domingo!

    ResponderEliminar
  6. Ontem, mesmo, tive uma conversa ao serão que em tudo se cruza com este poema.
    Boa escolha.
    Bom fim-de-semana e obrigada

    (para quem dela gosta, a chuva não deprime ;) Espero que o seu humor se mantenha positivo também!).

    ResponderEliminar
  7. Ana,
    a beleza da arte nos transporta num caminho palpável de felicidade, comigo é assim, mesmo que saiam malas pelas janelas hehe

    Fico feliz com sua presença e coments, beijos

    ResponderEliminar
  8. R,
    Gosto muito de Sophia e da sua sensibilidade. Boa semana, com e sem chuva! :)

    Cristina,
    Com as malas e tudo ela é que nos alimenta!
    Bjs. :))))

    ResponderEliminar

Arquivo