18/05/2011

Dia Internacional dos Museus. O caso exemplar de Londres!

No dia Internacional dos Museus uma das minhas escolhas recaiu numa peça escultórica que o Museu Nacional de Machado de Castro guarda: O Cavaleiro Medieval.
O cavaleiro é para mim uma imagem esplendorosa, faz parte das minhas memórias, da História, de feitos heróicos e cavaleirescos, de trovas e de príncipes e princesas dos contos de infância.

Parabéns a todos que trabalham nos museus nacionais e internacionais, que são guardiães da beleza que os nossos ancestrais deixaram.


Em Londres os museus não cobram bilhetes, cada visitante dá o que quer. Vêem-se famílias inteiras que passam o dia a gozar os espaços interiores e exteriores dos museus. Congratulo-me com esta atitude institucional.




Cavaleiro medieval, século XIV






Calcário, 72 x 19,5 x 64,8, Museu Nacional de Machado de Castro, Coimbra*



«O cavaleiro representa Domingos Joanes, sepultado na Capela dos Ferreiros, como testemunham os atributos militares – elmo, cota de malha, escudo de armas e espada, sapatos de bico e esporas – e heráldicos – escudo de azul, com aspa de prata acompanhada de quatro flores-de-lis de ouro – que ostenta.A exaltação dos valores militares integra-se num contexto funerário, associando o cavaleiro a uma dimensão religiosa, bem característica da espiritualidade medieval.» *



Julga-se que o original está na Capela dos Ferreiros, em Oliveira do Hospital, e a réplica no Museu Machado de Castro.

Medieval Virelai Music & Song - XIII th & XIV th Century - E, Dame Jolie & Douce Dame Jolie



11 comentários:

  1. Oi Ana!

    também me identifico com cavaleiro... lembrei agora que na escola quando criança, eu tinha um time de volei e eu escolhi o nome, "Os cavaleiros gladiadores" lol!

    Que louvável esse museu de Londres nao cobrar bilhetes, aqui cobra-se , se duvidar, até o ar que se respira em frente aos museus. Eu nao sabia, ia adorar passar o dia nesse museu.

    Adorei a proposta do seu blog! Nao sou nenhuma intelectual, mas sendo cultura quero sempre sempre estar (in) terna :-)

    Obrigada pelas palavras em meu CaFoFo, também achei lindo o seu, a cor, e adorei a dica do livro, que ainda nao li.
    Seja muito bem vinda!!

    Cris

    ResponderEliminar
  2. ana,
    Há já muitos anos (vinte e muitos) um amigo francês, de visita a Coimbra, queria ir ao Museu Machado de Castro.
    Lá fomos, com todo o prazer.
    O guia, um doce velhinho, ao perceber que ele era turista, disse-nos que o Museu recebia muitos turistas - 'ele é "amaricanos", "marrocanos", "belgicanos",...tudo' :))
    Foi muito complicado não desatar a rir à gargalhada.

    ResponderEliminar
  3. Concordo consigo quanto aos museus de Londres.
    Quanto ao cavaleiro, também o acho uma maravilha. Gosto muito de escultura medieval e da sua simplicidade.
    Bj e bom dia!

    ResponderEliminar
  4. C,
    Muito obrigada pela sua visita e por gostar das minhas propostas. Também ando sempre a aprender e à procura. Por isso, estamos no mesmo barco.:)
    Renovo o seu voto: Seja muito Bem vinda!:)

    Pedro Coimbra,
    Que história deliciosa!:)
    Hoje encontra uma realidade diferente, o museu sofreu uma grande restruturação e obras que ainda não estão finalizadas. Os guias têm uma formação mais especializada. :)

    Margarida,
    Julgo que se os museus implantassem a medida inglesa acabariam por ter mais visitantes e estou convicta que deixariam o seu contributo. É tudo uma questão de marketing, os ingleses fazem-no, pelo menos em Londres.
    Associo-me ao seu gosto pela estatuária simples da Idade Média.
    Bjs e bom dia dos Museus!:)

    ResponderEliminar
  5. O que eu ADORO os museus londrinos! TODOS!!

    ResponderEliminar
  6. Blondewithaphd

    Também adoro.Obrigada pela visita!:)

    ResponderEliminar
  7. Tem razão, ana, é um caso exemplar. Creio que todos os estímulos que possam ser criados para estreitar a ligação entre o museu e o público são de valorizar. A este nível, gosto particularmente das iniciativas dos Serviços Educativos de vários museus que, de uma forma lúdica e estimulante, convidam a infância a entrar no fascinante mundo da cultura.
    Beijinho e um bom resto de semana!

    ResponderEliminar
  8. Ana
    Desde a infância que me encantam as narrativas e as trovas de cavaleiros e princesas... :)
    Adorei a peça musical! Se me permite, irei postá-la na Feira :)
    bjs

    ResponderEliminar
  9. Sara,
    É verdade, os Serviços Educativos merecem a nossa atenção e agradecimento. Obrigada pela visita.
    Beijinho e bom resto de semana também, Sara!:)

    Virgínia,
    Fico contente por ter gostado, leve-a com todo o gosto!
    Bjs. :)

    ResponderEliminar
  10. Há muitos e bons exemplos a copiar das iniciativas culturais por essa Europa fora.

    Valorizo muito o esforço que as escolas fazem para, trazendo crianças aos museus, inculcar nelas a visita a exposições, como uma actividade de lazer taão natural como a consulta de qualquer browser da net, vida fora.

    Boa ediçã, Ana

    ResponderEliminar
  11. JPD,
    Estou em consonâcia consigo, valorizo o esforço dispendido pelos agentes da educação que permitem que as crianças aprendam in loco.
    abraço! :)

    ResponderEliminar

Arquivo