23/08/2016

Homenagem A. H Oliveira Marques

Em memória do historiador A. H. Oliveira Marques que influenciou e influencia gerações de jovens.

Eis a História de Portugal por onde aprendi no liceu, embora a minha tenha capas duras pretas, com as letras gravadas a dourado. Contudo, tinha estas capas por fora. Com o uso as capas tiveram que ser dispensadas pois, estavam gastas e com os cantos rasgados. 
Hoje, nos liceus, os alunos carecem desta leitura e de outras. Talvez os manuais sejam demasiado ligeiros para os ligar aos livros. 
Responsabilidade?
De todos e principalmente de quem gere os programas e currículos.


O historiador nasceu a 23 de Agosto de 1933.

(imagem retirada da net, preço justo)




19 comentários:

  1. Referência obrigatória para quem gosta de História.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro,
      Pois é. A sua presença contínua nas minhas homenagens assim o demosntra. Obrigada.
      Beijinhos. :))

      Eliminar
  2. Há liftingues perigosos, não é Ana.
    E há muita gente convencida de que a História não é um bom "activo". Importante é amestrar a rapaziada...
    Boas férias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agostinho,
      "Amestrar a rapaziada", achei graça. Se eles gostarem e conseguirem ler este professor, irão ser alguém pela vida fora. :))
      Obrigada. :))
      Boa semana.:))

      Eliminar
  3. Um grande historiador e escritor. Beijinhos, Ana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por se juntar à homenagem.
      Beijinho, Margarida. :))

      Eliminar
  4. Bela homenagem a um grande historiador.
    Também li os dois volumes da "História de Portugal", embora a imagem das capas fosse diferente das que são reproduzidas, certamente outra edição, mas recordo-me que li com imenso gosto.
    Ainda uma história para caracterizar este século XXI em que vivemos: oferecemos um livro a uma criança, cujos pais são nossos amigos, o volume era grosso e a criança depois de desfolhar o livro, que tinha algumas ilustrações, perguntou com a inocência estampada no rosto, se não havia um resumo...
    PS - Erik Satie é uma excelente escolha :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Mr. Vertigo.:))
      Gosto de Erik Satie. Suponho, porque não conheci o historiador pessoalmente, que A. H. Oliveira Marques também gostaria.:))
      Boa semana. :))

      Eliminar
  5. Uma inestimável versão da História
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Mar Arável, pela sua presença.
      Bj.:))

      Eliminar
  6. uma passagem... um sorriso... umas asas!

    ResponderEliminar
  7. Vejo como sou antigo ... estudei, até ao 5º ano (hoje 9º ano), pelo salazarento manual de História de Fernanda Espinosa (creio que foi esposa de Oliveira Marques) e Mª Luísa Guerra.
    Fernanda Espinosa, para minha sorte, veio a ser minha professora, e a ela devo o interesse e prazer que hoje nutro pela História.
    Fernanda Espinosa faleceu jovem, mas lembro uma senhora com uma paciência de anjo, com o dom da palavra e o prazer de ensinar.
    Sabia intercalar a pequena história no discurso científico, o que fazia toda a diferença ao adolescente que eu, como tantos outros, era, e para quem a história tinha algo de passado, velho e poeirento.
    O prazer que a leitura de livros da especialidade me proporciona, para não falar da pesquisa a que me dedico de vez em quando, a esta senhora o devo.
    Continuação de boas férias
    Manel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manuel,
      Também fiz o 5º ano, mas já após o 25 de Abril.
      Li muitos textos medievais de Fernanda Espinosa, mas só mais tarde é que soube que a historiadora tinha sido mulher de A. H. Oliveira Marques. Não sabia que tinha sido professora do ensino liceal, mas ainda a fico a admirar mais.
      Obrigada pelo seu comentário e boas férias também. :))

      Eliminar
  8. Também estudei por esta História de Portugal, um livro com uma escrita fascinante :)))
    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Também estudei por esta História de Portugal, um livro com uma escrita fascinante :)))
    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Não me lembro destes livros no liceu. Os meus foram diferentes (mas temos apenas diferença de um ano...se calhar estou enganada...).

    Não tenho grandes recordações dos professores do liceu. Pelo contrário, tenho más recordações. Apanhei uma fase do liceu em que os professores eram quase todos "velhotes rabugentos" do piorio. Exigentes, mas sem um pingo de simpatia pelos alunos. Eram daqueles que gostavam de nos massacrar.

    Enfim, eu também nunca fui uma aluna dedicada. Valia-me a boa cabecinha, porque estava caladinha (sempre fui sossegada)e aprendia bem o que ouvia nas aulas.

    Beijinhos e aproveita bem o restinho das férias:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel,
      Utilizei esta História de Portugal no Secundário. Ao contrário de ti tenho algumas boas recordações de professores, 2 de História, 1 de Ciências e 1 de Filosofia.
      Lembro-me de uma professora de Inglês, não tanto por gostar dela, mas porque era exigente.
      Só me dedicava às disciplinas que gostava mais, era sossegada, mas alinhava nas brincadeiras dos colegas. Nem sempre estava com a cabeça nas aulas...
      Beijinhos. :))

      Eliminar

Arquivo