31/12/2015

Do Ano Velho para o Ano Novo, com afectos

Começo por agradecer as palavras de Boas Festas de que os cartões são mensageiros. 
Talvez seja vaidade mostrar alguns dos presentes que me tocaram; porém, o que me levou a fazê-lo foi a forma de agradecer o afecto e a lembrança. Começando da esquerda para a direita: nunca bebi um chá de jasmim tão bom; o calendário de Yara Kono tem ilustrações lindíssimas; o Porto de Resende tem o seu traço e cores inconfundíveis; 36 desenhos de Chagall chegaram com uma gaivota e nada mais é preciso dizer; seguem-se os lindíssimos menús reunidos numa "História das Artes de Servir à Mesa"; a que se juntam a "biografia de Ilse Losa" por quem tenho especial curiosidade e as "Dicas para tudo e mais alguma coisa" numa fabulosa edição retro. Para último, deixei de propósito duas figuras em miniatura oferecidas para a minha casa de bonecas. O anjinho, em particular, emocionou-me pois chegou o Natal à dita casa que um dia trarei aqui. 


Coloquei as peças ao lado da chávena para poder-se observar a escala

*
***
****

Este ano a minha árvore de Natal esteve quase sempre inclinada. As decorações foram caindo e não tentei acender as gambiarras. Porque será?



Desejo a todos 
um

FELIZ ANO NOVO

cheio de projectos

e alegria!


30 comentários:

  1. Ana,
    Presentes maravilhosos de muito bom gosto! :-)
    Parabéns!
    O gato na árvore está muito engraçado! :-))
    Feliz Ano Novo! Um 2016 com Saúde e Alegria!
    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sandra,
      É uma gatinha tem 6 meses. É completamente destravada e é a alegria da casa. :))
      Obrigada.
      Feliz 2016 com saúde e alegria.
      Beijinhos.:))

      Eliminar
  2. Pois claro !
    Era eu o 1º mas a Ana estava a comentar em simultâneo no meu e tu, SANDRA, ultrapassaste-me !

    Dizia eu :

    Aqui HÁ GATO !
    Será o da YARA KONO ?
    Fugiu dos camelos ou pensou que ia ser um ingrediente de um dos MENUS ?
    :) :) :)

    O que está por trás do anjinho?
    Ampliei e não descobri.

    Não te correu nada mal este Natal blogueiro...

    Inté amanhã e um beijo amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))))
      Obrigada, João.:))
      Por trás dos anjinhos são uns frascos de perfume em miniatura. :))
      Feliz 2016!

      Eliminar
    2. Foi o que me pareceu, na verdade.
      Em miniatura ?
      - Nunca vi !

      Eliminar
  3. Parabéns, Ana, pelos amigos. E pela amizade que também tu sabes repartir.

    Gostei muito da tua chávena antiga e achei muito engraçada a foto da gatinha. É bonita:

    Um beijinho e que 2016 te traga muitas coisas boas:)
    Feliz 2016:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Isabel.:))
      A gatinha é querida mas ainda faz muitos disparates.
      Feliz 2016 para ti e desejo igualmente que te traga muitas coisas boas.
      Beijinhos.:))

      Eliminar
  4. Boas saídas, melhores entradas, votos de um Maravilhoso 2016!!
    Beijinhos, ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro,
      Obrigada. Os meus votos também para que o seu seja maravilhoso.
      Beijinhos:))

      Eliminar
  5. Ha, ha, ha! Desculpe, mas não posso deixar de rir e de começar pelo fim... Caso para dizer que aqui não foi a cereja no topo do bolo, mas o gato(a) no topo da árvore!! Magnífico!! Adorei!

    Belos presentes!

    Ana, que 2016 lhe traga muitas coisas boas, tudo aquilo que deseja e muita felicidade!
    Um beijinho muito amigo e grato.:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))
      Cláudia,
      Tem sido uma luta, ela é gira e depois pões uns olhinhos que não conseguimos ralhar muito.:))
      Obrigada. Feliz 2016 para si e desejo que lhe traga muitas felicidades.
      Beijinho amigo.:))

      Eliminar
  6. Adorei o post! Representa a Ana com toda a sua verdade e autenticidade!
    Presentes bastante bem pensados e que foram para as mãos de quem sabe apreciá-los.
    Feliz Ano Novo com tudo o que mereces!
    beijinhos
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Graça,
      Obrigada. :))
      Feliz 2016 para ti e desejo que te traga muitos momentos maravilhosos e cheios de poesia.
      Beijinhos.:))

      Eliminar
  7. Belos presentes, Ana, e que merecidos!:)
    A delícia maior? A gatinha e a árvore.:) Eu, e o meu eterno fascínio por felinos.

    Feliz ano, com tudo de bom.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. GL,
      Obrigada. Feliz 2016 para si e desejo igualmente que este lhe traga tudo de bom.
      Beijinhos.:))

      Eliminar
  8. *****
    ~~~ Ofertas amorosas e de bom gosto,

    qualidades que não faltam à homenageada,

    comprovadas pelos excelentes 'posts' com

    ~ que nos brinda neste admirável blogue.


    ~~~ Alegre e Feliz Entrada, Ana. ~~~

    ~~~~~~~ Beijinhos. ~~~~~~~~~~
    ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que sítio que a gata arranjou. E não se pica? :-)
      Excelente Ano Novo para si e família. E que para o ano cá estejamos a comentar. :)

      Eliminar
    2. MR, não percebo
      por que utilizou o ''meu espaço'',
      e, para complicar, usou o plural,
      como se também falasse por mim!!

      Eliminar
    3. Majo,
      Obrigada.
      MR não escreveu neste espaço de propósito. Acontece clicar e escrever, às vezes nem reparamos.
      Não se apercebeu de todo e quando falou no plural foi por esta comunhão e diálogo festivo de final de ano.

      Beijinho e um excelente 2016. :))

      Eliminar
    4. MR,
      Muito obrigada. É bom vê-la por cá.
      A gatita é terrível, este ano não coloquei as bolas e mesmo assim a árvore exercia uma atracção enorme. :))
      Um excelente Ano Novo! :))

      Eliminar
    5. Majo,
      Enganei-me. Desculpe, não era nenhuma resposta.

      Eliminar
  9. Gostei da decoração com o gato :-)) Feliz Ano Novo, cheio de coisas boas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margarida,
      Realmente, nunca tive uma decoração tão viva como este ano.:))
      Obrigada. Um excelente 2016 para si cheio de projectos e coisas boas! :))

      Eliminar
  10. Bom Ano Novo, Ana! Como vês, o mudo é maravilhoso, já o cantava Louis Amstrong: basta querer olhá-lo de um certo modo, querer ver, e ter as "portas" abertas para essa maravilha entrar! É o que te desejo: um ano maravilhoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria João,
      Obrigada. Bom Ano e tenha muitas maravilhas também. :))
      Beijinhos. :))

      Eliminar
  11. Olá, Ana!
    No fim do meu comentário, verifiquei que me esqueci de elogiar a tua árvore. Inédito!A tua gata é maravilhosa! Este ano não fiz árvore, comprei uma luminosa, sem enfeites (penso que viste), mas mesmo assim a gata pequena trepa pelo tronco! Alguns gatos estragam tudo, mas fazem-nos felizes.
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gracinha,
      A gatinha é ternurenta e acabamos por perdoar. Por enquanto o que estraga não é nada de importante. O afecto dela é mais.
      Adorei a tua árvore minimalista e o teu presépio.
      Beijinhos. :))

      Eliminar
  12. Adorei a foto do bichano pendurado na árvore de Natal. Realmente, tanta bola, penduricalhos e fitas são uma tentação demasiado grande para qualquer gato. Tudo aquilo parece que foi desenhado para a gataria brincar, exercitar as suas unhas e o seu espírito de caçadores.

    Bjos e parabéns pela excelente foto

    ResponderEliminar
  13. Agora, já de regresso a Lisboa, e vendo este seu post, devo dizer-lhe que adorei a foto com o gato, e fartei-me de rir com o que imagino deve ter acontecido.
    Onde passei o Natal também havia uma situação semelhante, com o gato, ainda jovem e traquinas, a derrubar todos os enfeites ... era demais para ele! Mas não creio que alguém se tenha importado, pois o chão estava, e continuou, pejado de bolas, papelotes, fios dourados e prateados, estrelas, fitas dos embrulhos desfeitas e recortadas pelas garras do gatito; e as gambiarras foram mesmo acesas!!! o que excitava ainda mais o bichano!
    Nada como ter animais destes em redor ...
    Um bom 2016 e que este lhe traga aquilo a que se propôs atingir (eu ainda continuo a colocar metas para o novo ano no final do velho, um costume antigo que teima em continuar, apesar de saber que não faz muito sentido).
    Uma boa noite
    Manel

    ResponderEliminar

Arquivo