08/03/2017

Retrato...

No dia da Mulher :



Retrato de Mulher Triste

Vestiu-se para um baile que não há.
Sentou-se com suas últimas jóias.
E olha para o lado, imóvel.

Está vendo os salões que se acabaram,
embala-se em valsas que não dançou,
levemente sorri para um homem.
O homem que não existiu.

Se alguém lhe disser que sonha,
levantará com desdém o arco das sobrancelhas,
Pois jamais se viveu com tanta plenitude.

Mas para falar de sua vida
tem de abaixar as quase infantis pestanas,
e esperar que se apaguem duas infinitas lágrimas.

Cecília Meireles, in 'Poemas (1942-1959)'


19 comentários:

  1. Apesar de todos os pesares, que seja um dia agradável.
    Fazia-lhe bem ver a homenagem que fiz no meu espaço,
    aliás, deixei-lhe lá uma ofertinha...
    Beijinhos.
    ~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto da Cecília.
      Dia 8 é sempre um dia um pouco difícil, o meu pai fazia anos no dia da Mulher e dava sempre um presente à sua irmã mais velha, além das mulheres de sua casa.
      Beijinho grato.:))

      Eliminar
  2. Belíssima fotografia! Feliz dia da mulher!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Margarida, foi sereno.
      Beijinho. :))

      Eliminar
  3. Num jogo de espelhos curvos
    confunde-se entre o que é,
    o que foi, o que nunca foi,
    nem será. Sonha.

    Se ser homem é custoso,
    mulher... imagino.

    Edição bem tirada: fotografia, Meireles e Aretha.

    Bj, de parabéns.

    ResponderEliminar
  4. O poema está muito bonito! Há muitas inquietações em cada pessoa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Raquel,
      Seja bem vinda. Há sempre um lado feminino e masculino nos dois géneros por isso, apesar de ter sido o nosso dia, acho que as inquietações podem ser para todos.
      Achei graça ao seu comentário.
      Uma semana feliz. :))

      Eliminar
  5. "Pois jamais se viveu com tanta plenitude."
    Vejo este poema de diferente maneira.
    Quem acalenta sonhos não liberta lágrimas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fez-me sorrir... e pensar precisamente o contrário: quando se sonha e se acorda, o choque é maior e em vez de lágrimas é uma torrente.
      Boa semana.

      Eliminar
  6. Dia Internacional da Mulher e dia de aniversário da minha mulher.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro,
      Que giro. O meu pai fazia anos neste dia e em vez de esperar por presentes oferecia presentes às mulheres de sua casa. :))
      Parabéns para a sua Mulher.
      Beijinho.:))

      Eliminar
  7. Querida Ana,
    Muito há ainda a fazer, mas as mentalidades estão a mudar!
    Uma belíssima homenagem e combinação!
    Beijinhos.:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Cláudia.
      Ainda está tudo muito atrasado...
      Boa semana.
      Beijinhos. :))

      Eliminar
  8. Gostei de tudo. Muito! Bom dia da mulher, after....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bom dia, MJ, after too.
      Obrigada.
      Beijinhos.:))

      Eliminar
  9. Lindíssimo, Ana e bem oportuno!
    O que tu consegues descobrir!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Gosto tanto da escrita de Cecília Meireles, tão simples e tão certa ! Gosto muito da foto, da música... adorei o post! Beijinhos :)

    ResponderEliminar

Arquivo