25/08/2012

E que é afinal um rosto "belo"?

Audrey Hepburn em terras vizinhas de nuestros hermanos


E que é afinal um rosto "belo"? Que organização dos seus elementos se implica aí, para a beleza oscilar, passada uma raça diferente? A beleza de um rosto é a nossa criação, fundada no contacto ou participação dos elementos que o constituem.

Vergílio Ferreira, Arte Tempo,  edições rolim, sd.,  p. 12, (direção da coleção Eduardo Prado Coelho)

O meu agradecimento especial à Cláudia, da Livraria Lumière, que fez chegar este livro ao meu conhecimento!

11 comentários:

  1. Um dos meus cinco votos, é teu, ANA !
    Tanto pela composição, como pela evocação à Sabrina !!!

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Tão subjectivo...
    Talvez um dia se chegue a um consenso!

    Um livro ganha outra vida estando nas mãos certas...

    Um beijinho especial.:))

    ResponderEliminar
  3. É de facto subjectivo, mas creio que deve haver um critério estético.
    Contudo, um rosto belo não é uma pessoa bela e a amizade que temos pelas pessoas altera a nossa percepção.
    E um rosto pode ser sedutor sem ser belo - o que ainda é mais subjectivo... Bjs!

    ResponderEliminar
  4. A beleza mora aquém do olhar, Ana. É o que sinto. Grande abraço e desejos de ótima semana.
    Gilson.

    ResponderEliminar
  5. Sim ana, o exemplo acabado de um rosto belo é, definitivamente, Audrey Hepburn.
    A mulher mais bonita que alguma vez vi.
    Que Steven Spielberg escolheu para desempenhar o papel de anjo no filme Always.
    Quem melhor para retratar um anjo que Audrey Hepburn?
    A mulher que me deslumbrou quando apareceu a cantar Mooon River no filme Breakfast at Tiffany's.
    Sublime!!
    Beijinho e votos de boa semana

    ResponderEliminar
  6. Concordo com Pedro Coimbra: belo sim o rosto ( e a atitude & a delicadeza & a classe) de Audrey Hepburn!
    Um rosto belo pode não ser bonito, pode ser "apenas" interessante, ter vida, ter um olhar que o torna diferente, ter sensibilidade...
    A beleza vem sempre de dentro, acho eu...
    beijinhos querida Ana!

    ResponderEliminar
  7. O mistério de um rosto belo é o mesmo do mistério de uma rosa; e o resto é parlapatice, filosofice, gasto do que se armazenou de tanto ler...
    Linda, Audrey! E basta -agradecemos à vida que essa beleza tenha acontecido. Punto e basta.

    ResponderEliminar
  8. Obrigada, João! :)

    Cláudia,
    Muito obrigada e deixo também um beijinho especial. :)

    Margarida.
    Tem razão é subjectivo e para nós a a amizade torna o outro belo.
    Neste caso, ela era bela e teve também uma atitude digna e bela ao ajudar os outros.
    Beijinho. :)


    Gilson,
    Pois, é. Que frase tão bonita!:)
    Abraço e boa semana.

    Pedro,
    também sou uma aficionada da Audrey. Gosto de tudo nela.
    Beijinho e boa semana!:)

    Maria João,
    Também acho e julgo que a opinião é unânime: a beleza vem de dentro.
    Obrigada pela visita. Não consigo comentar nem como anónima porque quando coloco as letras não aceita.
    Beijinhos. :)

    Manuel,
    a sua frase é linda! Um dia destes vou colocá-la com ênfase.
    Não consigo comentar, nem como anónima, no seu blogue.
    Beijinho e obrigada pela visita! :)

    ResponderEliminar
  9. A beleza, normalmente, está mais naquilo que não se vê, mas se sente.
    Bem, isso sou eu a divagar...

    ResponderEliminar
  10. Carlos Barbosa de Oliveira,
    Inteiramente de acordo! :)
    Boa noite.

    ResponderEliminar
  11. oiiiiii amiga, arranjei um tempo para vir lhe fazer uma visita diária ao seu belo espaço , desejar-lhe uma boa tarde, felicidades e tudo de bom..
    Se você quiser passa la no meu blog de poemas, seria um prazer ter-te por lá http://assombrado-mc.blogspot.com abraços

    ResponderEliminar

Arquivo