12/12/2016

Passado/Porvir - Diálogo

Danny Galieote, The Great Escape

"The Great Escape," oil on canvas, by Danny Galieote



Na realidade afigura-se mais lógico, mais fácil, e mesmo mais interessante, conhecermo-nos primeiro em Passado do que em Porvir, - já que ignoramos um e outro.

Mário de Sá-Carneiro, A Estranha Morte do Professor Antena. (Prefácio de Nuno Júdice). Sintra: Colares Editora, p. 26.

...............

O que é o presente?
Algo que conhecemos
e vemos como algo que não atingimos.

O que é o passado?
As memórias doces e amargas
de algo que perdemos.

O que é o porvir?
Algo que almejamos
como a melhor das utopias
felicidade suprema...

ana


21 comentários:

  1. Ottis Redding, Juliette Binoche, Jeremy Irons - magia, ana, magia.
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Pedro.
      Gosto desta dupla.
      Beijinho e Feliz Natal.:))

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Obrigada, Margarida.:))
      Beijinho e Feliz Natal.:))

      Eliminar
  3. Gostei do teu poema.
    Juliette Binoche e Jeremy Irons, são dois actores de que gosto. Não conheço este filme.

    Beijinhos e continuação de bom dia:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Isabel.
      Beijinho e Feliz Natal.:))

      Eliminar
  4. Um bonito poema a acompanhar as imagens do magnifico filme de Louis Malle, "Relações Proibidas" / "Damage" no original, um filme bastante fiel ao livro de Josephine Hart, que por sinal já foi lido várias vezes.
    Boa tarde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca li o livro mas tenho curiosidade.
      Boa noite e Feliz Natal.:))

      Eliminar
  5. Interessante. Ontem estive a ver este vídeo só por gostar dos dois actores. Depois procurei o filme mas só o encontrei dobrado em brasileiro e desisti. Estava inserido num conjunto que não me pareceu apetecível, mas custo a crer que seja mau com tais actores. Li agora ali em cima que se traduz por relações proibidas. Para mim, damage era outra coisa. never mind.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bea,
      Desejo que encontre o filme.
      Boa noite e Feliz Natal.:))

      Eliminar
  6. Quatro belos temas associados com muita propriedade e bom gosto.
    O filme - inesquecível.
    Terno abraço, Ana.
    ~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Majo.
      Desculpe a minha imensa ausência.
      Beijinho e Feliz Natal.:))

      Eliminar
  7. Apreciei devidamente a tua leitura da vida, Ana.
    A felicidade suprema reside no sonho.

    Um beijo muito amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, João.
      Mas os sonhos duram pouco tempo...
      Beijinho e Feliz Natal.:))

      Eliminar
  8. Boa tarde, Ana.
    Faz aqui um jogo perfeito num mesmo tabuleiro difícil, de passado e futuro.
    E eu penso.
    Penso que o futuro é um tempo virtual que nunca é revelado, embora se diga que é muito importante. Ele é o presente em sucessão infinita e finita
    em função de cada papel. Cumpra-se o presente que o futuro estará sempre à frente - inalcançável... Uma coisa eu sei em outro tempo:

    É o passado que nos dá
    e que nos tira
    o presente quase sempre
    semi-presente...

    Bj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo presente que deixou. :))
      Beijinho e Feliz Natal.:))

      Eliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. Adorei a obra do Danny Galieote. Por vezes tenho a mania que arte moderna não me interessa de todo e afinal há gente a fazer coisas muito interessantes, como esta obra de um pensador no alto do Chrysler Building, o arranha céus mais bonito de Nova Iorque.

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luís,
      Ainda não fui a Nova Iorque, mas hei-de ir. :)))
      Beijinho e Feliz Natal.:))

      Eliminar
  11. Magníficas conclusões...com lucidez, afinal :))
    Adorei a frase do Sá-Carneiro!
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Graça.
      Também gostei muito.:))
      Beijinho e Feliz Natal.:))

      Eliminar

Arquivo