17/04/2013

Na Biblioteca Nacional - I

Mostra: Raúl Rêgo, Bibliófilo, Centenário do Nascimento 
15 de Abril a 25 de Maio 2013

Raúl Rêgo, republicano e democrata, combatente antifascista, frontal em todas as posições assumidas sem rodeios, ao longo de uma vida feita de batalhas e de coragem, foi jornalista e indiscutivelmente um dos símbolos da liberdade de imprensa...

Texto retirado da homenagem efetuada pela CML no Dia Mundial da Imprensa, 3 de Maio de 2005 


«Raúl Rêgo colecionava livros, era um dos grandes bibliófilos portugueses. Mas colecionar livros é diferente de ser bibliófilo; e ser bibliófilo também é diferente de ser um estudioso e um expert no assunto: é que um livro cerrado não traz cultura! Mas o bibliófilo não gosta apenas do livro pelo conhecimento (ou divertimento) que o mesmo lhe pode proporcionar... gosta do livro pelo cheiro, pelo formato, pela época em que foi feito, pelo autor que o escreveu, pela tipografia que o imprimiu e, também, pelo seu conteúdo. Enfim, gosta do livro pelo livro. E Raúl Rêgo era esse expert, esse bibliófilo, que se passeava de livraria em livraria na busca de saciar o seu prazer infinito. Depois de ter caçada a presa, anotava-a, estudava-a e, na maioria das vezes, escrevia sobre ela. A Biblioteca Nacional de Portugal organiza, neste momento em que passa o centenário do seu nascimento, uma mostra evocativa desse bibliófilo. Mostra que faz uma viagem entre alguns dos seus livros, objetos de estudo e de coleção – o que nos legou desses anos de investimento. A escolha incidiu entre os livros do século XVI, escolhendo daqueles apenas os que não existem nas coleções da própria BNP.»



Um dia profícuo e um fim de manhã bem passado antes da ida para a Torre do Tombo.

Encontrei Verdi na Biblioteca Nacional, onde voltarei para mostrar outras exposições, entre elas, 
Verdi & Wagner, 200 anos

8 comentários:

  1. Na verdade
    uma referência cultural

    Enquanto jornalista
    foi pena de oiro

    ResponderEliminar
  2. Parece uma exposição bem interessante. Talvez ainda consiga ir vê-la.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  3. Mar Arável,
    :) E para mim um dado que soube recentemente: licenciou-se em Teologia, uma área que muito me interessa.
    Beijinho.:)

    Isabel,
    Tem livros preciosos mas usei de discrição. São coleção particular e custou-me estar a fotografar pormenorizadamente mas lá que apetecia, apetecia.
    Beijinhos. :)

    ResponderEliminar
  4. Tinha recebido uma comunicação do "Casal das Letras" acerca do centenário de Raul Rego.
    Uma figura que merece ser recordada.
    Beijinho, ana

    ResponderEliminar
  5. Deve ser uma maravilha, esta exposição! Algo a não perder.
    Infelizmente não me parece que possa ir ver...:((

    Um beijinho, Ana!





    ResponderEliminar
  6. A todos agradeço e deixo um beijo. :)

    ResponderEliminar

Arquivo